Fogo?

Tu vais veres amanhã quando leres e sentires tudo o quê aconteceu dentro daquele quarto mágico onde tu possuis o meu corpo e fez de mim o objeto dos teus desejos, quando descrever as tuas coxas mi apertando, os teus lábios lambendo o meu membro apertado por suas mãos, o calor úmido e quente do seu corpo escorrendo por mim, os teus seios ofertados a minha boca o gozo escrito nas expressões de anjo sedento por luxúria que mi encantou…

 

O teu belo rabo empinado para que ti possuísse de quatro até pouco antes de estares prestes a gozar e pedir para cavalgar em cima do meu corpo, amanhã “sin” vou ti incendiar, ao ti lembrares dos meus beijos enquanto estavas ajoelhada na minha boca, amanhã eu ti incendeio, toco fogo na tua alma, invado o teu desejo e ti possuo como um demônio que possui uma menina virgem e indefesa, amanhã ti faço lembrar do dia que tu viraste mulher de verdade, do dia que tu caíste deitada a cama exausta de tanto fude, isso mesmo, fude, como tu nunca foi fudida, a minha menina, a minha namorada, a minha amiga…

 

A minha amante, naquele momento a minha prostituta que satisfez os meus desejos mais devassos, a mesma mulher que arriscou mi dar um filho e não pensou duas vezes para deixar que eu enchesse o seu ventre com a minha porra, a mulher que roubou o meu coração, que domina os meus sonhos noturnos e os meus pensamentos diários, nas tuas coxas que quero beijar, os pés que quero venerar, ti quero…

 

E ti quero agora, um dia tu vai se arrepender de esta sendo tão correta para os outros e tão desonesta com os teus desejos e o teu coração, ti quero e como ti quero toda noite como a minha devassa, como quero…

 

Quero a menina doce e meiga que sei que se esconde atrás desse semblante triste, quero a menina alegre e simpática com todos para ser a minha companheira de caminhadas de mãos dadas, quero que ela que existi ai dentro seja a mulher a cuidar das minhas dores que virão com o tempo, que cuide de mim, que mi dê chá quando estiver gripado, que mi faça a salada certa para a minha saúde, a mulher que vai arrancar as minhas roupas mesmo sendo ela que escolheu cada detalhe, ti quero, e ti quero de verdade, por amor, não por obrigação, ti quero como um pássaro livre a cantar nas minhas manhãs, ti quero, te amo e só.

 

Amanhã tu vai leres o que eu não faço, despir uma mulher em palavras, se eu virei realmente um homem contigo aquele dia, por que posso dizer que foi a minha primeira vez com uma mulher de verdade que ocupava todo o meu coração, amanhã vou ti dar o que eu senti, abrir a minha alma em coisa que tu já sabes, mas que eu não vou deixar o tempo passar para dizer, e dizer que só existes tu no meu peito, posso não ser a pessoa certa na tua vida, mas vou ser quem mais vai ti amar desde o início dos tempos até os nossos dias juntos no paraíso, se Deus ti colocou no meu caminho é por quê para mim és tu a pessoa certa. Ti amo e só.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s